segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Noturna

Internet Retratos da Alma




Ando pensativa ultimamente,
revendo momentos passados,
vivendo a vida que quero - e escolhi...
Deixo-me  por levezas
que só a memória é capaz de aproximar...

São noites de tormento
Sono que soluça tremores
E desliza em lençóis
Plenos de suores...

No rastro da tua ausência
inebriada pelo perfume que não sinto
sigo por caminhos,
sorvo gotas que vem de ti...

Gritar de nada adianta...
Chorar é distante refúgio...
São mãos - na pele...
São a vida!

Então escrevo...


Ing.

postado originalmente em
http://retratosdaalma.com.br/

6 comentários:

✿ chica disse...

Muito linda e quando assim estamos, o melhor é escrever, colocar pra forra! beijos, linda semana! chica

Rô... disse...

oi Ing,

escrever esvazia a alma,
parece que tudo fica transparente,
e nosso coração bem mais leve...

lindo!!!

beijinhos

Bell disse...

Às vezes a gente fica assim reflexiva, pensando e repensando.

bjokas =)

ॐ Shirley ॐ disse...

É bom traduzir as emoções, em palavras que só nós sabemos sua profundidade.
Gostei Ingrid.
Beijo!

Eros disse...

E os vincos dos lençóis narram tanto...

Beijo em ti

MARILENE disse...

A saudade a povoar as noites, trazendo pedaços de um mosaico que não se manteve inteiro. Benfazeja escrita! Bjs.