quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

.palavras.



Me pergunto tantas coisas..
tento caminhos diferentes
e não consigo ser quem não sou..
e eu gosto do meu jeito
das minhas carências..
meus carinhos..
minha dedicação..
minha lealdade..
até das minhas lágrimas..
que tento segurar e consigo..
mas por pouco tempo..
gosto do meu calor..
não sei ser fria.. me faz mal..
mas às vezes me perco..
fico sem saber o que fazer
como agir contra mim mesma..
como se o coração tivesse cansado..
mas a razão está ali..
firme
e me mantém..
por algum tempo..
alguém me conhece?..
ou reconhece..
como você me vê..
me sente..
nas palavras..
no silêncio..
quem sabe..

Ing


23 comentários:

amart_vida disse...

oi amiga querida, passei aqui para alegrar o meu dia com sua inspiração...
abraço bem grande
Nina

Célia Gil, narciso silvestre disse...

Que lindo e suave! Bjs

Mery disse...

Bonito o teu texto: és sensível e muito querida, tens amor no coração e deves ser muito amada por isso. Assim espero.
Beijinhos da Mery*))
Te sigo.

O Divã Dellas disse...

Um alento para nossa alma cansada!

Adorei a leitura!

Sinceridade é sempre bem-vinda!!


Verônica

Assis Freitas disse...

nas palavras há um mundo a se descortinar,


beijo

Letícia Alves disse...

Ser somente...
Beijos!

ॐ Shirley ॐ disse...

Querida amiga, eu a vejo como uma pessoa sensível que precisa de muito amor... Beijo no coração!

Arnoldo Pimentel disse...

Palavras cheias de vida em cada verso, beijos

Meire Oliveira disse...

Amiga, tbm sou assim e acredite quem tiver que gostar de ti irá gostar do jeito que vc é, do pacote completo.

Te amo, viu?!!
beijocas na bochecha linda.

Nanda Assis disse...

lindissimo!!

bjos...

AC disse...

Ingrid,
Palavras que lêem interioridades...

Beijo :)

Sonhadora disse...

minha querida

Gostei de ler a tua alma e os teus sentimentos...como sempre intensos.

Deixo um beijinho com carinho
Sonhadora

Cidinha disse...

Olá, Ingrid. Desculpe a falta! Problemas com os comentários e sinal ruim por aqui devido a muitas chuvas. Obrigada pela carinhosa visita! È bom estar aqui. Gostei do post. Delicadeza e profundos sentimentos! Bjinhos com carinho no seu coração.

A.S. disse...

Gosto de me perder entre as tuas palavras...


Beijos!
AL

Severa Cabral(escritora) disse...

Belo alvorecer querida amiga!
Vim aqui é sempre motivo para emoção...seu poetar é lindo e nos inspira sempre...
bjssssssssssssssssssss

BlueShell disse...

Nas palavras a agente se desvenda!

Te abraço forte!

Jorge Pimenta disse...

quanto de nós é certeza e inquietação? quanto de nós é voz e silêncio? quanto de nós se acende no farol das palavras?
beijinho, querida ingrid!

Menina no Sotão disse...

Eu sei que nos últimos dias sou silencio e silencio. Amanhã talvez seja diferente, não é mesmo?

bacio

vieira calado disse...

Olá, boa noite!

Já um pouco tardiamente

venho retribuir os seus votos de

Bom Ano de 2012.

Saudações poéticas!

Fátima disse...

Oi Ing,

Sinceras palavras.
Identifico os sentimentos de uma canceriana..rs

Beijo meu

Francy´s Oliva disse...

não somente palavras é muito mais.
bjs

Artes e escritas disse...

O desassossego do teu espírito motivou belos versos. Um abraço, Yayá.

SweetMelody disse...

Olá
Obrigado por sua visita ao meu blog, que me agradou muito, mas é verdade, eu não gastar agora, muito pouco tempo.
Espero que esta pequena mensagem vai encontrá-lo com uma boa moral
Desejo-lhe um dia muito agradável
beijos
cordialmente
Chris
http://nsm01.casimages.com/img/2009/03/18/090318094508505743332675.jpg