domingo, 15 de janeiro de 2012

.distâncias.

Art de Ann Marshall

Quando hoje não há palavra
hoje não há ato
deleite ou alegria..
Quando ontem foi boato
sem fio ou meada
incompleto..
Foi susto e medo
dominando almas
recriando o tempo..
Crer no momento definitivo
no significado do consolo
no amor da saudade..
Que palco leva inspiração
de aflições e serenidade
suada e cansada ..
Vontade amordaçada
prece amanhecida
e distância ferida..

Ing

25 comentários:

Cidinha disse...

Olá, Ingrid. Belos versos. A saudade aperta o coração e a distância cada vez mais nos tira a alegria. `so o tempo pode diminuir a saudade! Bjos perfumados e doce com muito carinho. Desculpe a falta! Problemas de conecxão da net. Tudo ok agora! Bom domingo.

Maria disse...

Minha amiga um poema nostálgico, saudoso e lindo. Quando não há palavra, levanta-se uma barreira dificil de transpor.
Bom domingo
Beijinhos
Maria

Assis Freitas disse...

a palavra impõe distancias mas também se aproxima,


beijo

Sonhadora disse...

Minha querida

Por vezes a palavra grita o vazio...toca a imensidão do silêncio tatuado em cada poro da nossa pele.
Como sempre os teus poemas tocam-me a alma.

Deixo um beijinho com carinho
Sonhadora

BLOG DE POESIAS DO PROFEX disse...

Nostálgico e pungente...
Deixo um grande abraço!

Meire Oliveira disse...

Doçura de amiga, vc brinca com as palavras com classe!!

Que de tudo o que foi e não foi consigamos sempre transformar em serenidade, se num for pro mundo ao menos que seja pra nós.

Te amo muito, que sua semana seja super especial...vou te mandando notícias, bjocas na bochecha ;)

Evanir disse...

Embora tenha que levar sempre
uma cola para visitar você e a todos que amo tanto.
O meu blog para mim é uma benção de Deus na minha
vida.
E nesse mundo gingantesco de blogs amigos
que encontro o carinho que me liberta fazendo
com que eu viage esquecendo por
algum tempo minhas dores fisicas.
Quanto ao meu coração eu deixo para todos vocês cuidar
me sinto forte em cada abraço deixado nos comentários.
Como é bom receber sua visita e compartilhar uma amizade
verdadeira .
Deus abençoe sua semana.
Meu eterno carinho.
Beijos no coração.
Evanir...
Meu eterno carinho a vc amiga.

Letícia Alves disse...

Proximidade física,
Distância na alma.

Beijos!

Nilson Barcelli disse...

Poema magnífico.
Como sempre.
Beijo, querida amiga.

Ma Ferreira disse...

Lindinha.......

Poetiza linda...
Enviei no email seu email do Bol mas voltou.
Tem outro email que eu possa enviar?
Me escreve: mdfbf@uol.com.br
beijos saudades

*Simone Poesias* disse...

Linda sua poesia Ingrid... suave e doce!

Obrigada pela visita e mensgem tão bonita!
Bjoss no coraçãoo XD

Jorge Pimenta disse...

querida ingrid,
do que a palavra e o tempo concedem e escondem... e do quanto somos vulneráveis aos seus ditames...
beijinho!

Ma Ferreira disse...

Linda e Perfumda Amiga!!!!

Sou sua fã...como pessoa e como poetiza.

Te enviei um e-mail pelo BOL.
As fotos voltaram.

Tem algum outro endereço de email que eu possa estar enviando?
Ficamos belas...rs


beijos..

Palavras disse...

Oi Ingrid,

vim agradecer a sua visita ao Palavras e conhecer o seu espaço. Perfumes e palavras... palavras com aroma... palavras com cheiro de flor, de terra molhada, de frescor da manhã...

Sobre o post gostei quando falou " crer no momento definitivo".
É essa crença que nos fortalece!

Abraços

ॐ Shirley ॐ disse...

Querida Ingrid, lindo poema, como todos os outros...Beijo!

Cissa Romeu disse...

Ingrid,
vim conhecer teu espaço.

Lindo poema!
As palavras que são letras ditadas pelo vento,
ficam ou vão,
mas sempre voam.

Quero te agradecer pelo comentário lá no Viagens em razão da parceria do nosso amigo Jorge Pimenta e eu.
Vi aqui algumas amigas: a Ma, a Meirinha! Lindas!

Estou seguindo e te convido a conhecer meu espaço.
Beijos :)

Escondidinha disse...

Venha ajudar-me a pedir perdão. desvende os meus segredos

http://escondidinha08.blogspot.com/

Raquel Amarante disse...

Viver é isso... Experimentar os momentos indefinidos e definitivos... Quando hoje não há nada, resta-nos o retorno às aspirações e inpirações ante a distância...
Felicidades Ing!

A.S. disse...

Mudei de casa...:) Serás bem vinda!


Beijos!
AL

Fátima disse...

Oi Ing, saudade!!

Dolorido
"Belamente" escrito.

Beijo meu

Severa Cabral(escritora) disse...

Bom dia minha linda!
Menina dos olhos de mel...que adoça suas poesias com sabor de mel...e eu me lambuso,kkkkkkkkkkkkkkkkkk
bjssssssssssssss

SweetMelody disse...

Olá!
Obrigado por sua visita, agradeço
Espero que este dia está indo bem para você
Seu blog é sempre tão bela

Desejo-lhe um dia muito agradável
beijos
amigável
Chris

http://nsm01.casimages.com/img/2009/05/19/090519075024505743688107.jpg

SweetMelody disse...

Olá a partir de França
Aprecio muito a sua visita ao meu blog e, especialmente, o seu comentário.
Uma vez que não vai doer, eu apenas sobre blogging, neste domingo.
Esta manhã, depois de ter uma caminhada muito longa na natureza tudo branco de neve.
Ar puro, e um pouco de frio não faz mal.
Vejo que seu blog é sempre tão bela, eu diria que é apenas um reflexo de nós mesmos, e é isso que é importante, esta evasão pouco.
Desejo-lhe uma grande domingo
beijos
amigável
Chris

e minha pequena imagem do dia, não me esqueço
http://nsm01.casimages.com/img/2009/03/31/090331034551505743404054.jpg

amart_vida disse...

o que foi ontem...apenas saudades lembranças talvez amordaçadas pelo tempo...
abraço bem grande minha amiga querida
Nina

SweetMelody disse...

Bonjour !
juste une petite visite tres rapide aujourd'hui, afin de te remercier de ta visite sur mon blog.
Hier j'ai mis 4 heures de mon travail jusque chez moi, pour faire 40 kilometres a cause de la neige malgré les equipements de la voiture, c'est vrai c'est la saison ici !
je vais donc te souhaité une tres bonne journée, en disant a tres bientot
bisous
Amicalement
Chris
j'oublie pas la petite image
http://nsm02.casimages.com/img/2009/09/07/090907123124505744402062.jpg