quarta-feira, 1 de agosto de 2012

.pulsando em meu pensar.

Internet


Sem me ver sorri..
olhando em teu olhar
desci ao fundo do sentir..

Fraca e louca me deixei
em adoração inerte..
escrava de um grito
meu segredo é eternidade..

Mordo o poema frugal
qual mendigo faminto irreal..
poema raro do que não dei
em lamento e tormento..

Pobre coração pulsante
de lindos versos amante..
acorda do sonho em carinho
e se curva em braços de luz!

Ing

32 comentários:

Sandra Portugal disse...

Um agosto muito iluminado para todos nós!!!
Agosto é o mês que o Projetando Pessoas completa 2 anos!!
bjs Sandra
http://projetandopessoas.blogspot.com.br//

ॐ Shirley ॐ disse...

Me curvei em braços de luz diante de tão belo poema...Beijos e muita paz, amiga!

Assis Freitas disse...

poema frugal dá gosto de sentir,

beijo

blog da Paraguassu disse...

Olá Ingrid querida,
Linda sua poesia! Amei!
Sensual e cheia de paixão. Parabéns, amiga!
Afetuoso beijo,
Maria Paraguassu.

José Sousa disse...

Olá amiga Ingrid vim dar uma visita em seu trabalho e pedir para deixar um comentário no meu ultimo post em: http://www.queriaserselvagem.blogspot.com

Um abraço e até breve.

OceanoAzul.Sonhos disse...

Quanta musicalidade e sentimento em seu poema...

Beijinho
cvb

Evanir disse...

Hoje com o coração muito apertado
com a alma triste pelo afastamento
do menino poeta enamorado da (LUA)
Um poeta que conta as estrelas
da sua janela .
Vai deixar uma grande lacuna não só
no meu coração.
Mais a todos que ama seus poemas
e o carisma que trata todos nos.
Minha homenagem ao meu maior idole
esta na postagem.
Vai se afastar sim:deixando seu livro
um grande legado para quem conseguiu um exemplar.
E seu exemplo que jamais vou esquecer
Como esquecer de quem tanto me apoia
de quem eu tanto amo.
Virei poeta para homenagea-lo .
Um abençoado final de semana beijos paz e luz.
Evanir..

O Profeta disse...

Heranças frias caem como presentes
Uma árvore morreu, sem nada dizer
Uma palavra ficou perdida no chão da rua
Uma última palavra que nunca será tua

Uma menina feliz chega a mim pelos seus pés
Vinda de um mundo desenhado na ilusão
Trás uma grinalda de flores de sangue
Colhidas a um ferido coração

Convido-te a tocar e ler o “Meu muro das tentações”


Doce beijo

Rodrigo Passos disse...

embolado em seus verso. belo lirismo !!!

MA FERREIRA disse...

Ola querida Ing..
Lindo poema ja virou lugar comum...
Bebo teus versos...viajo..
bjinho...

coloquei uma foto nossa la na minha postagem... vc ta Linda!!

Maria Rodrigues disse...

Um coração de poeta que escreve com alma e encanta quem lê.
Bom fim de semana.
beijinhos
Maria

Nanda Assis disse...

que lindo!! me arrepiei,

bjos...

Ira Buscacio disse...

Ing, li alguns poemas e como são musicais! Gostei muito do espaço. Volto!
Bj grande

Sotnas disse...

Olá poetisa, e que tudo permaneça bem contigo!

E eu cá deste lado, me curvo encantado. Diante de tão belíssimo escrito, e claro, tem sido tão normal aqui chegar e, ficar deveras tocado. Parabéns por mais esta escolha ter postado, até mesmo a imagem que teus escritos tem encimado!

Desculpe este admirador dos teus escritos, ser abusado.

Mas, é um prazer ler teus versos perfumados!


E assim eu deixo meu desejo que você e todos tenham um viver de intensa felicidade, meu agradecimento por compartilhar tão belos pensamentos, e também tua amizade, um grande abraço e até mais!

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Minha querida

Como sempre ler-te é uma viagem por dentro de tantas almas que descreves.

Um beijinho com carinho
Sonhadora

Zilani Célia disse...

OI INGRID!
TEU TEXTO TEM MUITA POESIA, FOI UM PRAZER LÊ-LO.
ABRÇS
zilanicelia.blogspot.com.br/
Click AQUI

Cidinha disse...

Olá, Ingrid. só posso dizer: Belos versos! Pobre coração pulsante de lindos versos amante. Maravilhosa sensibilidade! Beijos e ótimos dias.

Jorge Pimenta disse...

deixei aqui um comentário que aparentemente acabou por não aparecer.
regresso apenas para reiterar que os sonhos em braços de luz são o segredo da eternidade. tê-lo presente é o maior sinal de apego à vida que nos podemos oferecer.

beijinho, querida amiga!

Mery disse...

"Pobre coração pulsante de lindos versos *amante...
Lindo lamento!
Muita luz pra ti.
Bjus

Antônio Lídio Gomes disse...

Oi Ingrid.
Teu poema canta e encanta.
É bom vir aqui.
Um abraço.
Bjs.

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Minha querida

Passando para deixar um beijinho e desejar um bom fim de semana.

Sonhadora

Maria Rodrigues disse...

Passando para deixar um beijinho e desejar um bom fim de semana.
Beijinhos
Maria

Jeanne Geyer disse...

Estou fazendo um trabalho de divulgação do meu mais novo blog, portanto hoje estarei te visitando e conhecendo teu espaço. Peço desculpas pelo comentário pronto, não é do meu feitio, faço apenas para facilitar a divulgação. Depois que você conhecer o meu espaço, voltarei para te ler com atenção e fazer comentários individualizados.
O link do blog é: http://amorinicioefim.blogspot.com.br/ te aguardo lá, obrigada pela atenção, um abraço.

Severa Cabral(escritora) disse...

Mas um poema lindo mas hoje estou passando para lhe desejar um ótimo Dia dos Pais... parabéns extensivos para vc e todos os pais... parabenize os dos amigos que tem um..rs.Tudo de bom, fique com Deus!

O Profeta disse...

Saberás que há pedras brancas na ilha
Que a raiva é cegueira à maravilha
O mar às vezes se veste de maresia
Que um amor no amar confia?

Saberás que às vezes escondo o coração à crueldade do mundo
Que o que outrora desejava agora receio
Que a minha desesperada mente combate a tua
Que a ternura às vezes morre ao meio da rua
Boa semana

Doce beijo

Cecilia sfalsin disse...

Ola Ingrid...

O coração é um tradutor de sentimentos que torna se inertes o nosso pensar e nos desvia da razão....

Suas poesias são lindas,

Cheguei aqui através de blogs amigos por ai e se me permite pretendo ficar...

Beijos e linda semana pra ti

MA FERREIRA disse...

Passei aqui pra matar as saudades...

bijinho...

O Profeta disse...

Tão triste nasceu hoje o Verão
Tão agreste sopra este colérico vento
Tão molhada está esta verde terra
Tão cinza está um coração em desalento

Mentem os que disserem que perdi a Lua
Os que profetizaram o meu futuro de luz
Mentem os que acharam que não me visto de sentimento
Os que acham que apenas a mentira seduz

Acolhi no olhar todas as coléricas vagas que alcancei
Abracei uma roseira e senti o golpe dos espinhos
Senti o aroma errante das hortênsias
Numa viagem por sete caminhos

Bom fim de semana

Doce beijo

Expedito Gonçalves Dias disse...

Degusto cada verso.
E como você, mordo também.
Nada de perverso nisso...
a textura é boa e já te aviso:
é uma gostosura!
Abraços, Ingrid.

Sandra Portugal disse...

Amanhã inicio a semana de comemoração do 2o.Aniversário do Projetando Pessoas com um post diferente dos habituais.
Espero que goste.
bj Sandra
http://projetandopessoas.blogspot.com.br//

Van disse...

Oi Ingrid

Um poema com gosto de sonho

Beijos

OZNA-OZNA disse...

Mil gracias querida y admirada poetisa por emocionar nuestros sentimientos con la suprema belleza que nos obsequias en versos. Muchos besinos y feliz inicio de semana te desea esta amiga con todo mi cariño.