quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

.sem véus.

Internet - tela de C. Medeiros


A vida nos percebe sem véus
a alma nos sente vibrantes..
E sempre há o incontido
sempre há o escondido
o querer sem sucumbir..

Um instante delicado
um toque silenciado
vivendo parte à parte
para sentir teu aroma
ver tua beleza
sem redoma..

São ilusões no íntimo
relações sem sussurros
portas que se abrem
deixando e levando
novos ventos..

Ing

23 comentários:

Artes e escritas disse...

Lindo o seu poema. Ultimamente estou com dificuldades para acompanhar todos os blogs como eu gostaria de fazer. Muito bom te ler hoje. Um abraço, Yayá.

Severa Cabral(escritora) disse...

BOA NOITE MINHA LINDA !!!!!
MAIS UM POEMA ENCANTADOR DO QUAL TIRO O CHAPÉU...NA ARTE POÉTICA VC SEMPRE SE REVELA...
BJSSSSSSSSSSSSSS

Portal de blogs teia disse...

Olá.
Adorei passar por aqui e conhecer seu cantinho.
seu blog é muito bom, parabéns.
Sempre que possível estarei passando pra ver as novidades.
Até mais

✿ chica disse...

Que sempre soprem bons novos ventos! Linda!! beijos praianos,chica

OceanoAzul.Sonhos disse...

Ilusões, muitas vezes são ilusões as que vivemos, ainda assim vale a pena, o sonho comanda a vida. Sonhemos!

Lindo poema Ingrid.
Bom Ano.
Beijos
cecilia

blog da Paraguassu disse...

Olá Ingrid,
Adorei seu poema!
A vida nos leva de mansinho a compreender muitas coisas alheias à
percepção física que temos do mundo.
Um carinhoso beijo, amiga.
Maria Paraguassu.

JP disse...

Olá Ingrid,
Um bom ano antes de mais.

As ilusões são os sonhos da vida. Mas não devemos deixar de sonhar.

Beijinhos

OZNA-OZNA disse...

Esta amiga admiradora te da infinitas gracias por siempre acariciar nuestra alma con la belleza de tus letras y te desea con inmenso cariño feliz fin de semana. Muchos besinos.

Assis Freitas disse...

há que vir os ventos para as velas novas e as surpresas do mar,



beijo

ॐ Shirley ॐ disse...

Bom que você voltou, Ingrid, com esse belo poema...Beijos!

Sotnas disse...

Olá poetisa Ingrid, e que tudo permaneça bem contigo!

A vida como ela é, sempre simples, segue se renovando em cada amanhecer, em cada anoitecer. Sempre assim quando gerida com amor!

Apesar da demora em aparecer, sabe que para mim é sempre prazeroso por cá vir, ler teus intensos escritos e admirar as lindas imagens que com intenso bom gosto e sensibilidade você escolhe e posta cá neste teu especial espaço, parabéns sempre e obrigado por compartilhar!

E assim deixo cá meu agradecimento e meu desejo para que você tenha em teu viver a felicidade intensa sempre, um grande abraço e, até mais!

Cecília Romeu disse...

Ingrid, lindona!
Tudo bem?
Que bom esses ventos, pois que venha a ventania e leve tudo de ruim, porque o que é concreto e não perecível se agarra em nós, e aí se faz sentimento eterno.
Beijos e ótimo fim de semana!

Evanir disse...


Estou a 7 anos na blogosfera : A viagem é o casula
hoje completando 2 anos de vida.
Quantos momentos alegres e triste também
faz parte da nossa jornada.
Deus permita muitos anos de vida para mim e meu blog
um mundo fantástico.
Onde nossas amizades sem face completa de maneira
sobrenatural minha vida.
Obrigada pelo seu carinho por fazer parte da minha caminhada
muitas vezes cansada ou meu caminhar um pouco mais lento.
Hoje deixo na postagem mil carinhos para você
um mimo desse dia feliz.
E o sorteio de mais 2 livros meus não
importa qual Pais será ganhador receberá com certeza com muito amor.
Pode até pensar porque sorteio tantos livros meus não é mesmo?
Por ele ser bom e de alguma forma deixar um pouco de mim para vocês.
Meu eterno carinho.
Um feliz final de semana.
Beijos na alma e no coração.
Evanir.

Maria Rodrigues disse...

Lindissimo poema. As ilusões e os sonhos são muitas vezes a brisa que nos ajuda a ir mais além.
beijinhos
Maria

Sandra Portugal disse...

Novas inspirações para um novo ano, minha querida amiga!
Vim te contar que hoje participei pela primeira vez da Blogagem Coletiva Férias & Esmaltes, com o tema O Poder Terapêutico das Férias.
Gostaria de seu feedback
bj Sandra http://projetandopessoas.blogspot.com.br//

MARILENE disse...

Mesmo sem véus podemos ser transparentes. Sonhamos, voamos, nos iludimos. Mas vivemos. Bjs.

Lúcia Bezerra de Paiva disse...

Duplo encantamento, com o belo "casamento"...poesia e adágio!

Um beijo, Ingrid,
da Lucia

Letícia Alves disse...

E somos assim, puros e verdadeiros, sem máscaras, sem véus. Quem não consegue viver assim, não está vivendo, apenas passando pela vida.

Beijos!

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Minha querida Ingrid

Que nunca deixemos de sonhar, o sonho alimenta a alma.
Lindo como sempre e tinha saudades de te ler.


Um beijinho com carinho
Sonhadora

Carlos Rímolo disse...

Querida amiga e poetisa Ingrid !

Belíssima poesia. Adorei o texto poético. Meus parabéns!
Beijos de luz!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

POETA CIGANO – 28/01/2013

“Poesias do Poeta Cigano”

http://carlosrimolo.blogspot.com

Luciana Souza disse...

Oi Ingrid
É um prazer conhecer seu blog e te seguir, vc é uma grande poetisa. No meu último post eu coloquei um texto de um amigo meu que fala justamente sobre a vida. E viva a vida!
Bjos. Fique com Deus!
http://ashistoriasdeumabipolar.blogspot.com.br/

Bruna dos Anjos disse...

Seguindo ;)


http://enredodeideias.blogspot.com.br/

LUCIENE RROQUES disse...

A vida nos percebe sem véus
a alma nos sente vibrantes..
Muito bonito isto.
Um grande abraço menina!