sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

.versar loucura.

Internet



Sorvendo tua voz morna
penetrando no olhar distante
há um enevoado de sonhos
onde me disperso
onde me converto..

No anseio do arrepio
no desespero na voz
me deito em leito
de leveza e fogo..

Estremecida me envolvo
em nós de palavras 
que de tão loucas
redescobrem a rouquidão
do grito perdido..

Meu querer é névoa
descoberto em profundidade
no sopro breve
da insanidade..

Ing


31 comentários:

Malu Silva disse...

Deitar-se em leito de leveza e fogo... que lindo!!!
Não precisa de nada mais...
Abraços, minha querida

Ana disse...

Tão belo..
Passei. li e gostei.

Ana

Bia Jubiart disse...

Belo...

Um maravilhoso fim de semana p/ vc!

Bjãooooo

Sandra Portugal disse...

Ingrid,
Amiga querida, pelo carinho que temos e por tudo o que passamos em 2012 desvirtualizando nossa amizade , amanhã preparei uma surpresa para você, compartilhando um presente que ganhei.
Espero você lá no Projetando Pessoas para uma visita de domingo, tá?
bj carinhoso
Sandra
http://projetandopessoas.blogspot.com.br//

Arnoldo Pimentel disse...

Lindos e profundos seus versos.Beijos.

Andre Martin disse...

Muito bom!
Intenso,
ao mesmo tempo provocante e sutil,
Insinua nas palavras erotismo,
e no texto esbanja sensualidade.
Poesia sem rima,
poema da alma,
em que os sentidos se mesclam
em todos os sentidos,
na confusão e na conclusão,
no carnal e no mental.
Monumental!

Assis Freitas disse...

de sopros breves e insanidades vivemos, pois



beijo

Nilson Barcelli disse...

Há quereres assim, bem intensos...
Magnífico poema, gostei muito.
Ingrid, tem um bom fim de semana.
Beijo.

Antônio Lídio Gomes disse...

As vezes há algo de místico ou misterioso em amar.
Unido aos teus sentimentos, nasce esse lindo poema.
Beijos.

meus instantes e momentos disse...

que bom voltar aqui...
bjs pra vc

Isa Lisboa disse...

Todos temos um pouco desta insanidade...

Maria Luisa Adães disse...

Ingrid

Lindo seu poema, delicado e suave.

Desculpe minhas ausências,
mas não há esquecimentos
apenas lembranças.

Obrigada,

Maria Luísa

ONG ALERTA disse...

Sempre belos, beijo Lisette.

ॐ Shirley ॐ disse...

Querida amiga, muitas vezes nosso querer não passa de uma névoa...Muito bom, Ingrid. Beijos!

LUCIENE RROQUES disse...

Belos versos Ingrid, vim lhe agradecer as palavras.
Nosso brasil é um lugar lindo pra todos os lados não é mesmo!

Reflexos Espelhando Espalhando Amig disse...

Encantada com seus versos
e com a
beleza de seu blog.
Bjins
Catiaho Reflexod'Alma

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Minha querida Ingrid

O amor tem mesmo essa insanidade, uma luta constante entre a loucura e a razão.Lindo sempre.

Um beijinho com carinho
Sonhadora

JP disse...

As palavras por vezes são só orvalho...loucas sim, quando redescobrem a rouquidão do grito perdido....que vem do fundo de nós.

Beijinhos

Nanda Assis disse...

nossa!! que poema mais forte, e ainda com um videozinho desse pra completar!! amei demais!!

bjos...

MARILENE disse...

Não importa que seja breve, desde que intenso e belo. Uma insanidade que devemos nos permitir. Lindo! Bjs.

Vito Coppola disse...

Molto ma molto suggestivo...complimenti.

Ciao
Vito

OceanoAzul.Sonhos disse...

Palavras escritas com alma, aliás como já nos vem habituando nos seus poemas.

beijinho
cvb

Sotnas disse...

Olá poetisa Ingrid, e que tudo permaneça bem contigo!

Belo e perfeito sentimento escrito. Você sempre elaborando perfeitas palavras para descrever sentimentos em momentos mágicos. Os loucos desejos saciados, dissipando-se feito névoa, intenso como sempre, parabéns!
E a imagem como sempre bela e de intensa expressividade, tal qual o escrito!
E assim como sempre tem sido deveras prazeroso por cá estar, eu, agradecido por tuas gentis visitas e comentários, além da tua amizade, deixo cá meu desejo para que você tenha em teu viver sempre esta intensa felicidade, um grande abraço e até mais!

Sandra Subtil disse...

Quanta entrega , quanta alma nestes versos que nos ofereces.
Lindo!
Beijinhos

Ani Cristal disse...

Oi Ingrid querida,


O que dizer???? Sou suspeita porque amo tudo que você escreve.
Lindo demais seu poema.


Beijos
Ani

Maria Rodrigues disse...

Um querer intenso num poema belissimo.
Bom fim de semana
Beijinhos
Maria

Nilson Barcelli disse...

Voltei para te ler.
Mas reli-te com agrado, porque o poema é mesmo excelente.
Ingrid, tem uma óptima semana.
Beijo.

Lunna Guedes disse...

Tão bom quando as palavras falam desse avesso que a gente nutre e embala - afinal, é onde tudo se converte nessa outra coisa, esse outro sentir. rs

bacio

Tatiana Kielberman disse...

Uau... Que bela é a sua escrita, Ingrid!

É uma das primeiras vezes que paro e leio seus poemas.

São maravilhosos, voltarei sempre, como já havia dito!

Um beijo e parabéns pela sensibilidade!

Maria Emilia Moreira disse...

Olá boa noite!
Garra e sentimento!sensibilidade à flor da pele.
Um abraço.
M. Emília

Mateus Medina disse...

Lindo e intenso!

"Meu querer é névoa
descoberto em profundidade
no sopro breve
da insanidade"

Um querer assim tão intenso, precisa de um toque de insanidade...

bjos