quarta-feira, 28 de agosto de 2013

.poente distante.

tela de Luiz Alberto de Genaro


Desafio da compreensão
ronda o pensamento
beira a insanidade
nos toma inteiro..

Um grito molhado 
invade tua boca 
seca
rasgada..

Pega teus anseios
amarra teus nós
arrasta na areia
faz marcas de amar..

Não importa 
o que engasgou 
o que sufocou
o que ficou..

A boca selada
te inibe o grito
a escuridão
ilumina o gemido..

Vela teu sono
eleva teu amanhecer
que o poente
não te alcança mais..

Ing

11 comentários:

✿ chica disse...

Inspiração privilegiada a tua! Adoro! beijos,chica

Van disse...

Oi Ingrid

Quando o poente não nos alcança mais a claridade do dia não tem fim.

Um beijo

Rô... disse...

oi Ing,

o poente me dá uma certa angústia,
não sei bem porque...
adoro o nascente,
o dia anunciando a sua chegada...

beijinhos

Assis Freitas disse...

poente: ponte
horizonte



beijo

Tatiana Kielberman disse...

Minha querida...

Acredito que, por vezes, o que deixamos mais distante da alma acaba sendo o que dói mais.

Ao invés de negar, talvez enfrentar fosse uma saída.

Mas, sim, concordo com você que o sono e o som do silêncio, em certos momentos, acalmam o coração e trazem novas respostas...

Lindo poema!

Um beijo carinhoso e admirado sempre!

Letícia Alves disse...

Saudades daqui!

"Um grito molhado
invade tua boca
seca
rasgada.."


Concordo que sempre aconteça.

Beijos!

Evanir disse...

Carinhosamente passando para
desejar um feliz e abençoado Domingo.
Sem falar das saudades , que tenho no coração.
A vida tem dessas coisas de vez em quando
testa nossa fé e força para lutar.
Beijos no coração carinhos e afagos na sua alma.
Evanir.

Sotnas disse...

Olá poetisa, e que tudo esteja bem!

Pois é Ingrid, ainda que façamos pausa em nosso caminhar para chorar os que pelo caminho ficou, a vida segue e com ela seguimos recomeçando a cada novo dia que renasce!

Deveras encantador por cá estar, tão belo é este teu lugar. Com intensos pensamentos e belíssimas imagens, não tem como não se encantar, obrigado por compartilhar!

Agradeço também pelas gentis visitas, e pela amizade. E assim desejo que seja sempre tão deveras intenso e iluminado o teu viver, grande abraço e, até mais!

Maria Rodrigues disse...

Lindissimo poema. Que cada amanhecer possa ser um começar de paz e serenidade.
Beijinhos
Maria

Severa Cabral(escritora) disse...

BOA NOITE MINHA QUERIDA !
HOJE AO ABRIR MEU BLOG FUI SURPREENDIDA COM SUA VISITA E COMENTÁRIO.E RETROCEDI NO TEMPO.LEMBRA-SE QUE UM DIA EU COBREI TUA PRESENÇA NELE?
VALEU MUITO A PENA.POIS ERA DE PESSOAS HONESTAS E QUERIDAS QUE ESTAVA ATRÁS.
HOJE VALEU,ABRI E LER TODOS QUE POR LÁ PASSARAM.VOCÊ FOI UM DELES
AGRADEÇO O CARINHO DEIXADO LÁ.NEM TEM PREÇO,SABIAS ?
DEPOIS VOLTAREI PARA COMENTAR TEUS BELOS POSTS.HOJE É MARCANDO PRESENÇA,RSRSRSRSRSR
BEIJO GRANDE !!!!!

Ani Braga disse...

Oi Ingrid querida


Mas uma vez em teu blog emudeci...
Sem palavras pra descrever tanta lindeza...

Beijos
Ani