terça-feira, 20 de setembro de 2011

.véu.

Fotografia - Hermin Abramovitch

Me escondo do tempo
sob seda
brilhante
 transparente..

Correndo de minha vida
translúcida
entre véus e amores..

Sou renovado desejo
sou luz
no corpo
parado no sonho..

Lugar secreto
de silêncio
oculta a alma..

Sempre pele
sempre calor
ardor de reviver
amar e querer..

Ing

25 comentários:

✿ chica disse...

Lindíssimo esse teu véu,Ingrid.. E enquanto lia admirando, não pude deixar de , ao olhar a imagem escolhida, imaginar quantos metros eu precisaria para um véu,rsrsr beijos,chica

AC disse...

Quando a alma e os sentidos se conjugam em apelo de vida...
Belo, Ingrid!

Beijo :)

Artes e escritas disse...

Um poema de toque de seda:)) Um abraço, Yayá.

Letícia Alves disse...

Revejo fotos,
Revejo viveres,
Revejo sorrisos e ações.

Escondidas na tênue linha que separa o querer do viver.

(Re)viver...
(Re)significar...

Acordar e seguir por tecidos coloridos e alegres.

Beijos!
Te gosto muitão! =)

Paulo Tamburro disse...

Olá Ingrid,

bom saber deste seu renovado desejo, afinal em épocas de safras afetivas tão mecânicas e burocráticas, desejos explícitos e confessos, me deixam com a impressão mais segura de que não somos máquinas de cartão de ponto.

Um abração carioca.

Incógnita disse...

muito bonito =)

ॐ Shirley ॐ disse...

Esse querer, Ingrid, impulsiona. Muito bom. Um beijo!

Luna Sanchez disse...

Linhas que abrem o apetite!

Gostei.

Um beijo.

Evanir disse...

Querida Amiga.
Me perdoe a demora em visita-la
eu queria ser perfeita para fazer a
felicidade de todas minhas amizades,
pois só assim me sentia muito feliz.
Amo a cada um da mesma forma peço a
Deus para viver minha vitória que
certamente Deus tem preparada para mim.
Uma linda tarde.
Bejs carinhosos.
Evanir

blog da Paraguassu disse...

Poema lindo, lânguido e sensual.
Ingrid, aquele véu ... combina perfeitamente com o poema.
Gostei muito dos versos, querida;
Um super beijo,
Maria Paraguassu.

A.S. disse...

Desnudam-te as palavras... sinto o deslizar da seda sobre a tua pele.


Beijos,
AL

Malu disse...

Que forma mais bela e sensual de se esconder...
Achei de tamanha intensidade e delicadeza seu poema.
Abraços

Meire disse...

Ingrid querida minha, seu véu nos encanta.
bjokitas recheadas de carinho pra vc.

ONG ALERTA disse...

Amar é querer, beijo Lisette.

cidinha disse...

Lugar secreto de silêncio oculta a alma... Belo Ingid! Admiro tamanha sensibilidade... Linda noite e obrigada sempre! Bjos perfumados no seu coração..

Severa Cabral(escritora) disse...

POEMA ACETINADO SOBRE A SEDA QUE SE TRANSFORMA NUMA TRANSPARÊNCIACOM TODO O SEU BRILHO...
bJS

Assis Freitas disse...

véus que deixam transparecer,


beijo

Jorge Pimenta disse...

querida ingrid,
há luzes que reverberam para lá até da realização do mais secreto dos desejos. a chave respira na derradeira estrofe.
beijinho grande!

♥♥♥Ani♥♥♥ - Cristal disse...

Oi Ingrid querida


Sempre tudo muito lindo por aqui.
Saudades também.


Beijos
Ani

Maria Marluce disse...

Lindos perfumes exalam dos seus escritos. Grata pela visita!

Fátima disse...

Oi Ing,

Ainda bem que há transparência, assim não impede de ver a beleza do desejo.
Ta lindo!

Beijo meu

Cristal de uma mulher disse...

Linda poesia um céu de palavras e sentimentos

Um beijo e muita luz

OceanoAzul.Sonhos disse...

Quanto lirismo! Os sonhos, lugares secretos onde recordamos e reinventamos sentimentos.
Adorei seu poema.

um abraço
oa.s

Sonhadora disse...

Minha querida

Nos sonhos nos inventamos e na poesia nos desnudamos.
Como sempre lindo...adoro ler-te.

Deixo um beijinho com carinho
Sonhadora

Borboleteando disse...

Belo!
simples e puro, com alma e coração...

Beijos, ótimo fim de semana