terça-feira, 6 de setembro de 2011

simples palavras.

Book Tree - Salvador Dali


Sou hoje tímida voz
sou hoje monólogo
que cala a dor e fuga
que uso como tortura..

Sou quase alegria plena
à espera do momento breve
onde vou aprender mais
do meu amor em mim..

Extinguir a dor de vezes
aprisionada na felicidade
de emoções adormecidas
da vontade infinda..

O tempo que levo comigo
nos passos que não vieram
e onde imaginei seguir-te
sem olhar sequer para trás..

Alucinada me dispo
de tudo que a alma carrega
deixando o eco imenso
a buscar novas palavras..

Ing

28 comentários:

Letícia Alves disse...

A cada dia uma nova página a ser escrita, e como uma nova paleta de cores.

Beijos! =)

Artes e escritas disse...

Não se pode fugir da palavra. Um abraço, Yayá.

Van disse...

calar a dor ás vezes é preciso em um momento, para não amplia-la.

Beijos Ingrid!

Paulo Tamburro disse...

OLÁ INGRID,

SOU SEU MAIS NOVO SEGUIDOR.

OPTEI POR ESCREVER CRÔNICAS DE HUMOR NO MEU BLOG EXTAMENTE, POR MANIFESTA INCAPACIDADE TÉCNICA E OPERACIONAL EM CONSEGUIR SER POETA.

NOSSA, COMO EU GOSTARIA DE SER UM POETA!

ESCREVER POEMAS , RIMAR IMPULSOS AFETIVOS E EMOCIONAIS ABSOLUTAMENTE,IMPACTANTES COMO ESTE.

TER A HABILIDADE GOGNITIVA PARA ABSTARIR E SUBLIMIMAR MINHAS EMOÇÕES COMO DE FORMA ESPETACULAR VOCÊ CONSEGUE.

E NOTA-SE SEM NENHUM ESFORÇO OU REBUSCANDO FRASES, MAS TÃO SOMENTE IMPLODINDO SENTIMENTOS.

NUNCO CONSEGUÍ FAZER ISSO!

RESTA-ME CONVIDANDAR-LHE PARA CONHECER MEU BLOG DE HUMOR:

“HUMOR EM TEXTO”.

A CRÔNICA DESTA SEMANA É:

“OS HUMAMOS”

CERTAMENTE, VOCÊ COMO MAIS UM HUMANO, IRÁ SE IDENTIFICAR.

VENHA CONFERIR.

É DE HUMOR ...E DE GRAÇA

UM ABRAÇÃO CARIOCA.

PS.DESCULPE A DIGITAÇÃO EM CAIXA ALTA, SEI QUE É INDELICADO, MAS MEU TECLADO QUE SERÁ DEFENESTRADO, POR ENQUANTO, NÃO ME OFERECE OUTRA OPÇÃO.

Incógnita disse...

gostei imenso! =) está muito bonito

✿ chica disse...

Muito lindo,Ingrid!Ótimo feriado,beijos,chica

Célia Gil, narciso silvestre disse...

Um poema maravilhosos do qual se desprende a sua entrega total! Bjs

Severa Cabral(escritora) disse...

Boa tarde minha menina linda!
Vc é muito criativa nas tuas poesias,nós dá um ar de certeza que queremos sempre te ler...
Quero te contar um segredo,kkkkkkk,meu coração amanheceu em festa...
Passa lá no meu cantinho para bebermos um vinho em comemoração...não esqueça...estou te esperando...
Bjsssssssssssssssssss

Rô... disse...

oi Ing,

você sempre escreve
leve e suave,
mesmo quando se trata
de dor de amor,
adoro te ler...

beijinhos

ॐ Shirley ॐ disse...

Às vezes é bom se despir de velhos pensamentos e buscar novo amor, novo tempo, novas palavras...Beijos, querida amiga!

Assis Freitas disse...

palavras novas, alvíssaras
tu sempre tens


beijo

cidinha disse...

Olá ingrid. Lindo poema! Vou roubar as palavras da Shirley! È preciso despir de velhos pensamentos e procurar novos tempos e novo amor. Bjos perfumados com mega carinho!

GIL disse...

Ufa, como é complicado o amor....bjks....Gil

Betha Mendes disse...

Cada dia somos nova página , Ingrid. E assim compomos o Poema da Vida!

bjs

Teu blog está lindo!

Betha

IDERVAL TENÓRIO/DRA VIRGINIA TENORIO disse...

Tenho acessado o seu blog e vejo que a pureza ainda existe,vejo nas palvras uma cristalinidades util somente vistas nos seres que tem sentimentos e os sentem.Viva a poesia, poesia é vida. Iderval Reginaldo Tenório
http://www.iderval.blogspot.com
um blog cultural

Evanir disse...

Uma quinta feira linda pra vc. Sempre haverá um anjo zelando por você.
Acredite.
Renove-se. Ame-se de verdade. Agora é primavera vamos
sentir o perfume que exalam das flores.
Nessa primavéra linda venha comemorar comigo.
Os meus 1000 seguidores.
Muito simples mais deixei para você um mimo na minha postagem.
Agradeço o carinho a mim dedicado.
Deus abençoe você.
Eu Amo Cada Um De vocês.
Beijos de paz e luz.
Evanir

Lorena disse...

Olá, adorei o seu espaço, estarei sempre por aqui!!!!!

Sotnas disse...

Olá poetisa Ingrid, que tudo esteja bem contigo!


E cá estou novamente a sentir este Perfume e ler estas tuas sensíveis Palavras.
Mudanças sempre são difíceis quando profundas, pois nos espaços deixados ecoam as dúvidas de que estamos fazendo o melhor ou não, sempre buscando uma certeza!
Sempre me encanto todas as vezes que leio teus sentimentos expressos em sensíveis palavras aqui neste teu tão encantador espaço. Parabéns poetisa pelas belas postagens, e sempre com belas imagens, você tem deveras bom gosto nas escolhas que faz!
E contente e agradecido por tuas visitas por lá, sempre tão generosa e carinhosa em teus comentários eu desejo a você e todos ao redor um intenso e feliz viver repleto de saúde, amor e paz, abraços e até mais!

GUEVARESIAS disse...

HERMOSO INGRID... disculpa la ausencia pero mis condiciones no me permitian hacer nada... ahora estare de regreso con toda la intensidda
TE FELICTO POR TU HERMOSO ESCRITO AMIGA MIA. BJS.

Vinicius.C disse...

Olá Ing!!

Uffa finalmente depois de algum tempo estou aqui!

Ler você e comentar me torna suspeito.. rs


"Alucinada me dispo de tudo que a alma carrega,deixando o eco imenso
a buscar novas palavras.."

Falar mais o que?

Um beijo meu amor e uma ótima tarde!

Estou esperando por você no Alma!

Fátima disse...

Um grito interno, e somente você nas linhas e entrelinhas.

Lindas palavras, linda poesia.

Beijo meu

Wilson Torres Nanini disse...

"passos que não vieram", "deixando o eco imenso", quantas imagens emolduradas!

Abraços!

Sonhadora disse...

Minha querida

Hoje passando para oferecer o meu selinho de 2 anos de blogue, feito com o carinho das vossas palavras e com a amizade dos vossos comentários, que me enchem o coração de calor.

Beijinhos
Rosa

Sonhadora disse...

Minha querida

Estou comemorando 2 anos de blogue e não podia deixar de passar aqui, para te convidar para uma fatia de bolo e oferecer o meu selinho que foi feito com o carinho de todos que me visitam e me deixam tanto calor.

Um beijinho
Rosa

Meire disse...

Ingrid querida, a dor tem o dom de nos fazer correr atrás de coisas novas, de descobrir novas alegrias, até mesmo alegrias diferentes no mesmo lugar que encontrávamos antes.
Belas palavras, poetiza linda!!!
Um ótimo findi pra ti, bjokitas com carinho meu.

Bemsei disse...

Um excelente poema a acompanhar uma imagem maravilhosa...

Jorge Pimenta disse...

e em cada renovação, novos horizontes apadrinhados por novas palavras, ainda que num mesmo canto: aquele que não conhece o tempo e não envelhece - o teu.
beijinho!

LuH disse...

Que seu eco ecoe inúmeras vezes no caminho, e que as palavras sejam novas, mesmo sendo antigas...
Que as almas tenham o peso de uma pluma e que sempre possam voar aqui e ali como vc, Ing!

Bjaum