domingo, 13 de fevereiro de 2011

angústia.


Angústia - Salvador Dali

Tenho aprendido
enquanto te ausentas..
meu verso arde
por palavras que não lês..

Presa em um ninho
de abandono e dor
sem pressa
me debruço e
vejo o infinito..

Sou olhos, boca
pele,carne e desejo..
cheiro de mulher
em soturno desmoronar..

Mãos estendidas
esperando sementes
em sulcos lacrimados
e músicas gemidas
de intangíveis venturas..

Sonhos famintos
penetrando profundezas
em eterno vendaval..
me levando ao delírio!..

Ing

52 comentários:

Poeta del Cielo disse...

Ingrid Amiga muito lindos versos... que profundeza de emociones en eles, cada uno grita o sentir que bem o titula o poema ANGUSTIA.... belo querida amiga...

saludos
otimo comeco de semana
abracos de coracao

Nilson Barcelli disse...

"Sou olhos, boca
pele,carne e desejo..
cheiro de mulher
em soturno desmoronar..
"
Excelente poema, onde a ausência do desejado pode levar ao delírio...
Beijos, querida amiga.

Máh disse...

Olá, venho conhecer teu cantinho através de amigos ...

beijooos

Capitu disse...

Longiquos pensamentos te levam e 'elevam' ..
A saudade, o desejo e suas causa ...


beijo meu'

LuH disse...

"Sou carne e desejo"...

Ingrid, a imagem já é um convite...
Que linda!
Angustiei-me e me senti dita

Bjo gde
Bom domingo!
:)

AC disse...

Ingrid,
Já aqui disse, mas repito: sou fã da sua poesia, tão delicada e tocante!

Beijo :)

Zil Mar disse...

Achei lindo o que vc disse no coments!

E vc escreveu...lindamente...hoje saudades ...desejos...estranhos sentimentos povoam nossa alma...mente ...coração...tudo numa grande sintonia.

bjo querida!

Zil

Ingrid disse...

querido Poeta,
angústias de dias ,mas que passam..
beijo e boa semana..

Ingrid disse...

Nilson,
delírios em nada..
beijo carinhoso querido

Ingrid disse...

Máh,
obrigada pela visita e carinho..
beijo

Ingrid disse...

e são tantas por vezes Capitu..
beijinhos

Ingrid disse...

LuH,
obrigada querida..
beijos..

Tempestade disse...

É difícil passar por isso aqui:

Tenho aprendido
enquanto te ausentas..
meu verso arde
por palavras que não lês..


Enfim, é preciso conviver com ausências, eu sei muito bem como é.

Beijos!

Ingrid disse...

Carinhoso AC,
obrigada imenso pela tua presença constante..
beijo querido

Ingrid disse...

Zil,
estranhamente a sintonia... mas muito boa..
beijos amada..

Ingrid disse...

tempestade,
há tantos dias ,horas assim..
a ausencia judia..
beijos querida..

Van disse...

a profundade dos seus versos emociona e faz compartilhra do sentimento de angústia, tão bem expresso.

Não me enganei quando ao te ler pela primeira vez passei a te indicar em meu blog na lista dos meus favoritos, uma única leitura e já sabia que aqui eu me encantaria sempre.

Beijos!

Mari Amorim disse...

"Sorria para a vida,encante-se com ela,trate-a com respeito
E com carinho.Conquiste-a com teu sorriso.Ela também
Sorrirá para você.O sorriso alegra,liberta,aproxima,contagia,
Provocando um mundo de alegria".(Mari Amorim)
Essa é minha mensagem para que você tenha uma nova semana cheia de boas energias e luz!

Ingrid disse...

Van,
agradeço de coração teu carinho e palavras..
beijos.

Ingrid disse...

Mari,
obrigada pela visita e mensagem...
uma semana perfumada para ti..
beijos..

Sandra Botelho disse...

Tem fases na vida da gente que os abismos da alam se aprofundam, mas passa...Lindo teu poema querida.
Bjos achocolatados

Ingrid disse...

Sandra,
tudo passa,mas por vezes deixam marcas..
mas vale vive-los para entende-los..
beijos querida

Jorge Pimenta disse...

querida ingrid,
sente-se o fel a escorrer dos contornos moribundos das palavras com que desenhas a melancolia. e tudo em seu redor é desordem e caos à espera de um novo olhar que congregue e reconjunte. a imagem, então, atira-lhe os tons com que se pinta o sangue e a loucura.
a tua poesia agarra-nos por inteiro.
beijo!

Ingrid disse...

Jorge,
angústias de ausencia..
esperas de infinito..
beijos querido..

Canteiro Pessoal disse...

Ingrid, a resposta do lugar está sempre conosco.

p.s.: retornarei para comentar o post.

Abraços querida

Priscila Cáliga

Shirley disse...

Parabéns mais uma vez, minha querida. Muitos beijos!

MariaIvone disse...

Saudades!

Arnoldo Pimentel disse...

Muito lindo e intenso o poema, parabéns e uma linda semana pra você, beijos.

mARa disse...

...enquanto esperamos sentimos o que o amor nos provoca...

beijos!

Mr.Orange disse...

LINDO!!! Esses vendavais são realmente aterradoramente divinos!
Desculpe não ter visitado o seu espaço antes, pois estava tirando férias (meus últimos dias) e colocando algumas idéias no lugar. Estava também preparando um material novo. Espero que goste.
Ótimo texto e ótimo blog!
Abraços calorosos.
Adriano MB.

Ingrid disse...

obrigada Priscila..
beijos querida

Ingrid disse...

beijos querida Shirley..
obrigada pelo teu carinho de sempre..

Ingrid disse...

MariaIvone,
beijo carinhoso..

Maria Luisa Adães disse...

Ingrid

Belo teu poema de amor, de muito amor.

Tu sabes voltei e estou numa tentativa de recuperar o que perdi.
A vida é assim, somos lembrados dois dias, depois esquecidos.
Mas não se pode viver em duas metades do mundo e agradar a todos.

O melhor é aceitar! E escrever quando se gosta, nem que seja apenas para nós. Mais tarde edito o livro, mas o resultado é o mesmo!

Apenas os poemas ficam aconchegados, guardados no lugar certo.
Boa semana para ti.

Um abraço

Mª. Luísa

Ingrid disse...

Arnoldo querido,
obrigada pelas tuas palavras e companhia..
beijos

Ingrid disse...

mARa,
e nos provoca muito!!! .. ;-)
beijo querida..

Ingrid disse...

Adriano,
tua presença é sempre feliz..
vamos ver então tuas novidades..
beijos.

Ingrid disse...

Amada Maria Luisa,
nossa vida é de surpresas, sejam dores ou alegrias..
mas vivemos!
bom te ter de volta...
beijo carinhoso.

poeta entusiasta disse...

BELÍSSIMOOOOOOO PPARABÉNS

Ingrid disse...

linda!..
beijos querida amiga poetiza entusiasta..

R.B.Côvo disse...

Bonito poema. Parabéns! Um abraço.

Ingrid disse...

Obrigada pela visita e palavras,Côvo..
abraço.

aldrey disse...

Agora viajei no teu poema...bjs

Cristiane disse...

E a gente vai aprendendo todos os dias, graças a Deus! E a poesia, nos completa em certos momentos...

Ingrid disse...

aldrey,
imagine eu ao escreve-lo..
beijos..

Ingrid disse...

Cris,
ela é,por vezes, nossa única vida..
beijos querida..

Nilson Barcelli disse...

Voltei para te desejar boa semana.
E para te dizer que publiquei novo poema.
Beijos.

Cadinho RoCo disse...

No querer o delírio do tesão. No tesão o delírio da entrega diante da ausência presente em desejo.
Cadinho RoCo

Ingrid disse...

Nilson,
já lá estive..boa semana para ti também.
beijos querido

Ingrid disse...

cadinho,
perfeito!
beijos

El Brujo disse...

se não é, o que é então?

El Brujo disse...

então te darei muito mais desse prazer la no blog... e com beijos