quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

reflexo[õe]s.



Internet

Escorrendo angústias
suando decepções..
não são sonhos
perdidos
escondidos
renascendo
onde o desespero
gloriosamente
te vence..









é o fardo ardente
que te queima
e consola..
são pobres palavras
espantadas
onde o frescor
de letras
que cantam
baixinho
te deixam atônita!..

Ing

16 comentários:

Jorge Pimenta disse...

espelho de água na nascente dos olhos.
beijinho, querida ingrid!

Ingrid disse...

que me refletem querido Jorge..
beijos.

Chica disse...

Maravilhosos reflexos que vitam reflexões...beijos,chica

Insana disse...

è como perde o rumo.

bjs
Insana

Ingrid disse...

Chica querida amiga de cores...
amo teu blog!..
beijos

Ingrid disse...

Insana,
e perder-se me perdenso nos reflexos..
beijos querida.

Poeta del Cielo disse...

hermoso reflexo minha querida amiga... letras maravilhosas para tao lindo poema .. belo de verdade

saludos
otima semana
abracos

Shirley disse...

Cada um de nós, carrega a bagagem dos próprios sentimentos...Beijos, querida Ingrid!

Ingrid disse...

Poeta,
mesmo em reflexões sejam elas alegres ou tristes, nos leva a viver..
beijo e obrigada pelo carinho de sempre

Ingrid disse...

Shirley,
tuas palavras sempre acalentam.. teu blog é um encanto..
obrigada sempre!
beijo querida..

Assis Freitas disse...

do espanto cria-se o encanto

beijo

Zil Mar disse...

Oi..palavras espantadas que chegam inesperadas...tragam ventos bons e levem pra longe qualquer temor...

bjos!


Zil

Tempestade disse...

Que as palavras sempre reflitam o seu ser....

Beijos!

Ingrid disse...

Assis,
e seria bom isso...
beijo.

Ingrid disse...

Zil,
as palavras são magia..
beijo carinhoso

Ingrid disse...

tempestade querida,
sempre são minha transparencia..
minha vida..
beijos