domingo, 24 de abril de 2011

sonho de abismo.


                                                                            Internet

As vontades levam por vezes
o cuidado e a loucura..
Parte de mim te sente
tão perto..
Outra é vertigem
tão longe..

O sonho do sono
do corpo aquecido
nas mãos seguras
se foram nas noites..
Abismo pisado
que castiga
de olhos vendados
para converter em flor..

Beleza em sobras
de restos no chão
que colhes no amor
em tuas mãos..

Ing

25 comentários:

Tempestade disse...

Por vezes o que pensamos ser sobras, é o principal, o verdadeiro, o que está no fundo de nossas almas.

Beijos! =)

AC disse...

Ingrid,
A sua capacidade de comunicar é imensa. Sabe que às vezes, depois de a ler, me apetece abraçá-la?
Sortilégios das palavras, sortilégios do virtual...

Beijo :)

Cristal - ♥♥♥Ani♥♥♥ disse...

Oi querida Ingrid,

Sempre que visito teu blog, sinto uma paz que vem das tuas palavras que sempre sinto que elas se encaixam na minha vida de alguma forma.

Obrigada por ser essa poeta tão coerente com as coisas mais lindas da vida...

Beijos

Ani

O Universo dos Pensamentos disse...

Adorei o que escreveu. Nasci pra admirar a arte, o dom de vcs poetas natos.

Parabéns.

valquiria calado disse...

Oi minha linda, tenho tido pouco pra dá últimamente, sabes como se quer dá um flor e ela secou? então se eu ficar fora uns dias, não me esqueça, sabes como te gosto, recebe meu abração.


Linda poesias, são todas maravilhosas.

"Voando com Borboletas" disse...

Ingrid....que delicia ler esse poema!
Vim pra te desejar uma ótima semana!
Bjs
Borboleta

Jorge Pimenta disse...

construindo afectos maiores sobre estilhaços de dispersão. ainda assim, a mão nunca se desconjunta com o homem...
beijinho, querida amiga!

Elaine Freitas disse...

Querida,
Espero que tua Páscoa tenha sido doce!

Beijinhos achocolatados para ti!

Assis Freitas disse...

sonho e abismo, paradoxalmente o etéreo


beijo

Leonard M. Capibaribe disse...

Nada mais lindo do que a beleza de um abismo, do nada... Fechar os olhos e esquecer dos passos... Lindo... Muito mesmo... Um abraço!

Cadinho RoCo disse...

Nas mãos do amor todo gesto faz-se sublime.
Cadinho RoCo

Raquel Amarante disse...

Estou sentindo o perfume das palavras!
Belo blog Ingrid!

Severa Cabral(escritora) disse...

Passo por qui para beber destas palavras que forma poesias chegando a desprender-se em cheiro de flor.bjs para aquecer tua mente...

José Sousa disse...

Ingrid!
Minha musa inspiradora!
Que lindo poema, bem inspirado!
Grande sesibilidade existe em teu coração! Adorei como sempre que te leio.

Um beijo grande.

Van disse...

As ambiguidades do amor, perto e longe

Beijos, linda e querida Ingrid

ॐ Shirley ॐ disse...

Sempre de uma beleza incomparável, Ingrid. Muita paz!

Cristina disse...

Que dom maravilhoso vc tem..
Adoro passar aqui, muitas vezes não comento porque não é para comentar venho para meditar
Adoro seu cantinho
Boa semana linda
Bjsss

ONG ALERTA disse...

Belas palavras, beijo Lisette.

Por que você faz poema? disse...

Há beleza e poesia
por toda parte.

Zil Mar disse...

Oi Ingrid...

passando pra sentir...saborear...encher a alma e o coração de tão belos versos...



meu carinho!

Zil

A.S. disse...

Ingrid,

O sonho não conhece a profundidade dos abismos... e nos abismos flutuamos em incomparáveis sensações!...


Beijos,
AL

Sandra Botelho disse...

São os pequenos vestigios de amor que ficam, que nos impulsionam a caminhar ...Porque o amor, não se esvai, ele se guarda, se protege, a espera de um outro coração...beijos achocolatados

JB disse...

As vontades... o sonho... a beleza... tão longe e tão perto, num poema "aquecido nas mãos seguras" de quem o "semeou" para ser flor nas mãos de quem o saboreou!

Lindo!!!

Beijinho

Ingrid disse...

amigos queridos,
deixo aqui meu beijo carinhoso

Jêh Niz disse...

Que delícia de poema. Devorei-o e ainda peço mais (risos). Sigo-te !
Visite o Superlativo: http://superlativo-iap.blogspot.com/2011/04/retalhos-me-levaram-voce.html
Abraço.