sexta-feira, 29 de julho de 2011

desejo.

Havia Mar e Solidão ´Wega Nery 


No céu escuro vislumbra-se luz
ao longe sinto a cor de uma dor..

Me pego correndo ao encontro
do nada que flutua no limbo..

do desejo..

Viajo em deslumbramento
brilhando como fagulha viva..

Alimento minha vida
com as mãos frescas de orvalho..

no desejo..

Quando atravesso meu mar
as lágrimas secam sem rubor..

Vejo o que preciso ao longe
e alcanço em gestos cansados..

de desejo..

Ing

25 comentários:

Artes e escritas disse...

Um encontro com a magia da imaginação, lindo. Um abraço, Yayá.

blog da Paraguassu disse...

Olá Ingrid,
É mágico e lindo seu poema, querida.
Gostei demais daqui, por isso já a estou seguindo e voltarei mais vezes.
Se quiseres conhecer meu blog, será um prazer recebê-la. Se gostar, siga-me e deixe um comentário para mim, ok?
Um ótimo final de semana e um beijo,
Maria Paraguassu.

*Simone Poesias* disse...

Versos repletos de sentimentos.
Profundo poema.
Bjinhoss ;)

Rô... disse...

oi Ing,

e mesmo em qualquer tempo,
com qualquer pensamento,
esse tal desejo sempre
arruma um lugarzinho
pra ficar dentro de nós...

beijinhos

Arnoldo Pimentel disse...

Sempre lindos seus poema. Um lindo fim de semana pra você, beijos.

Célia Gil, narciso silvestre disse...

Mais um belo poema a que já nos habituou! Bjs

Assis Freitas disse...

o desejo é essa ponte inexorável que nos liga a vida,


beijo

GUEVARESIAS disse...

INGRID, HERMOSA AMIGA MIA, SABES LO ESPECIAL QUE ERES PARA MI Y AHORA EN ESTOS MOMENTOS DE DOLOR, EN LOS QUE SE SECA EL ALMA Y UNO SE UNDE EN LA OBSCURIDAD TUS PALABRAS DAN LUZ... GRACIAS. NO QUERIA SALIR DE ESE BURACO OBSCURO PERO HALGO ME TRAJO A TU CANTINHO Y AHORA ME SIENTO CON FUERZAS GRACIAS A TI.

gracias por compartir tu corazon con todos nosotros.

gracias por acernos afortunados al tener las palabras de tu alma...

TQMI... (te quiero mucho ingrid)

Van disse...

Ah! esse brilho de fagulha viva ilumina a vida.

Lindo Ingrid!

A.S. disse...

Ingrid,

há um fogo ardente
acendendo desejos e poemas na tua boca...

Beijos!
AL

N. Barcelli disse...

"Alimento minha vida
com as mãos frescas de orvalho..
no desejo.."
Magnífico poema, gostei muito.
Querida amiga Ingrid, tem um bom fim de semana.
Beijo.

Lua Nova disse...

O desejo move a alma.
Um belo poema, Ingrid, mas há uma tristeza escondida nele.
...as mãos frescas de orvalho... que lindo isso.
Beijokas.

Vivian disse...

...querida poeta,
que estes desejos jamais
se acabem enquanto a
vontade de poemar
tão lindamente como
só você o faz!

bjokas, amore!

Meire disse...

Ingrid querida, simplesmente eu fico viajando aqui no seu cantinho, com a música e as palavras. Me pego voando menina, tenho que amarrar meus pés na cadeira pq senão num volto mais!!! rsrs

Desejos são o que nos movem minha flor!

bjokitas com mega carinho ;)

Ange disse...

Boa noite!
Por vezes lhe encontro em algumas páginas de amigos em comum, então entro aqui para fazer conhecimento com você e seus textos!
Encontro aqui um blog "perfumado" e de muito bom gosto! Parabéns!
Vou deixar aqui minha marca como seguidora para facilitar futuras visitas se desejar....
Uma linda noite!
Lembranças,
Ange.

ॐ Shirley ॐ disse...

Alimentar a vida com as mãos frescas de orvalho, deve ser muito bonito. Beijo, Ingrid!

Letícia disse...

Que no gesto seja revelado e candeciado esse amor e devoção.


Beijos!

Antônio Lídio Gomes disse...

Ingrid,
Este poema é tocante, e carrega uma nostalgia, mesmo para quem lê.
Pelos menos a mim, passou essa sensação, num misto de saudade, dor, paixão.
Lindo e encantador.
Beijos, e um bom domingo.

Will disse...

Ah... O desejo, esse espinho na carne dos solitários ou esse bálsamo na pele dos acompanhados.
Sempre bom ler teus versos, Ing. Não me canso de dizer isso. Parabéns!
Ótimo domingo!

FLOR DO LÁCIO disse...

Desejo... Desejo de ter, desejo de ser, sempre desejo...
Parabéns pelo blog!

José Sousa disse...

Oi minha lindona Ingrid!
Mais um poema que me invade a alma.
Ontem estive em Fátima e orei por vc e todos os meus amigos.

Um beijo e passa um feliz Domingo.

Jorge Pimenta disse...

todos os oceanos foram feitos para serem descobertos, primeiro, navegados, depois, e inscritos nas veias, por fim.
beijinho!

Ignacio Bermejo disse...

ciertamente tus palabras tienen un olor especial

Severa Cabral(escritora) disse...

Minha querida amiga !
Estou de volta ao seu cantinho para me deliciar com suas escritas...amo demais...vc continua nos monstrando o que desejamos ler...
Bjsssssssssssssssss

Maria Alice Cerqueira disse...

Prezada amiga
Hoje vim lhe agradecer pela sua linda e carinhosa presença lá no meu cantinho, através de um simples selinho, 300 seguidores , feito com muito carinho.
Agradeço-lhe de todo o coração!
Abraço amigo!
Maria Alice