domingo, 19 de setembro de 2010

liberdade.

O perfume que vem
no vento suave..
na brisa que me chama
para longe!..

Sinto cores e odores..
quando os olhos semicerram
voo com ela!..

Qual libélula livre
que pousa aqui e alí..
sou cativa da liberdade
que me atordoa!..

Pousar e ali ficar,
observar..
preciso voar?..

Me deixe aqui ficar
sentir o vento e as cores..
em seu cheiro me deleitar
e em seu olhar me libertar!..

Ing

2 comentários:

emmimumsonhoazul disse...

________________________________________


Um momento muito especial, murmurado em seus belos versos!

Beijos de luz e o meu carinho...

______________________________________________

Ingrid disse...

obrigada querida pelo seu carinho e visita.
Um beijo.