quinta-feira, 30 de setembro de 2010

me toca.





Na pele fina e carente
preciso de calor..
sentir teu amor
e me fazer derreter!..


Precisava do teu toque
do teu cheiro
precisava da pele em cor!..



Me toca!..
me faz agitar
me faz gritar..
me deixa sem ar!..



Me vira do avesso
faz de mim teu desejo..
tua fantasia, teu anseio!..



Me toca!..
minha pele pede
o corpo grita
o sangue transborda!..



E na pele, colore ..
na alma marca..
Me toca!..



Ing

2 comentários:

IT disse...

Mto bom.
Chega a arrepiar...

BLOG DO PROFEX disse...

A ânsia do toque que aplaca o desejo, mata a sede, apaga o incêncio e acalma todos os sistemas...
Testostexto, digo, poema...lindo!