segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

canto ao desencanto.

                              Internet - blog Adágio Lamentoso

É como rasgar a pele
romper em gritos a dor
ver jorrar as vontades
sentir dilacerar entranhas..

São tuas mãos
são teus desejos
é tua vida .. tua essencia!

Desconhecida
desvendada..
torrente distante
que me arrasta..

É se debater em nada
é tentar subir sem sufocar
me refazer em algum lugar..

É tanto desabar
ajoelhar e levantar..
sucumbir sem ver
e não se deixar morrer..

É visgo impregnado
é palavra perdida
é luta de vida..

pela vida!

Ing

24 comentários:

Valquíria Oliveira Calado disse...

Desejos insaciados pelo amor que tanto queremos... onde se esconde nosso amor, num porão escuro, dum passado só por nós não esquecido, beijos querida.

Ingrid disse...

Valquíria querida,
por vezes o amor nos rasga..
beijos

J Araújo disse...

Você expôs uma grande sensibilidade nesra poesia.

Adorei menina!!

Bjs

Beatriz Prestes disse...

Que versos latentes minha amiga...
Belíssimo!!
E que blog lindo e cuidado!
Maravilhoso conhecer este teu espaço cheio de encantos em poesia!
Beijão carinhoso minha amiga
Bea

Chica disse...

Levantar, cair, ajoelhar e levantar sempre.Lutando pela vida e amor...Lindo!beijos,chica e um lindo dia pra ti!

julio disse...

PRAZERES...
SATISFAZER INSTINTOS...
DESCOBRIR CAMINHOS...
DESEJOS ARDENTES,
QUEIMAM A PELE...
SUFOCA...
BEIJOS.

Shirley disse...

Delícia ler seus versos plenos de amor,paixão,sensibilidade...Um dia maravilhoso para você,Ingrid!

Assis Freitas disse...

não existe palavra perdida, só persiste a não dita



beijo

MariaIvone disse...

É essa luta constante, do fazer e desfazer, que dá força ao nossos quereres.

Lindo o seu poema!

Bjos

Camila Mancilha disse...

oi florzinha estou te seguindo se puder me segue tbm http://allaboutmakeuup.blogspot.com/ estou recomeçando, preciso da ajuda de vcs , beijos e sucesso

Ingrid disse...

Araújo,
agradeço a visita e as palavras.
Beijo.

Ingrid disse...

Beatriz,
que bom ve-la aqui.
Obrigada!
beijo no coração.

Ingrid disse...

Chica amiga,
são lutas.. mas no final ..
beijos ..

Ingrid disse...

Julio,
são encantos e desencantos..
Beijos.

Ingrid disse...

Shirley amada,
um beijo enorme em teu coração..

Ingrid disse...

Assis poeta querido,
sempre a palavra...
beijo.

Ingrid disse...

MariaIvone amiga,
e as vezes descobrimos forças que nunca imaginávamos..
beijos.

Ingrid disse...

Olá Camila,
vou lá sim.
beijinhos.

JB disse...

Ingrid,

Um encanto no "canto ao desencanto"! Profundamente belo e extraordinariamente bem escrito. Versos que arrepiam por proporcionar uma leitura sentida e intensamente bela!

Gosto da música!!! :) E tantas vezes nos colocamos essa questão WHY???

Beijinho

Jorge Pimenta disse...

todos os poemas que procuram definir o ser apresentam-nos mais encruzilhadas que auto-estradas. é que por detrás do que "é", há o que parece ser, mas não é. é destes sismos e conflitos que se constrói o eu na sua relação consigo e com os outros. e, depois de ler o teu poema, confrontamo-nos com os seres e os não seres que habitam o coração de cada um de nós...
um beijinho, ingrid!

Natural.Origin disse...

Vida...

Sorriso:)

Ingrid disse...

JB,
por vezes temos que encarar o desencanto..
beijo no coração.

Ingrid disse...

Jorge querido,
o continuar a ser ou não..
Grande beijo.

Ingrid disse...

Agradeço a visita Natural.Origin.
Vou lá te ver..
Beijo.