sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

vida sem marcas.

                                                                                 Internet


Por vezes leio
e releio tua vida..
por vezes letras
que não são palavras..
Por vezes vejo
e revejo minhas letras..
[diga-me alguém]
onde se pensa o não feito..
[diga-me alguém]
o que me tirou tua voz..
Leio marcas que eram minhas
sinto marcas que foram tuas..
e no meio de tudo isso
só a transparencia
do que vejo
através da lágrima
que brilha
que ilumina
a vida que
um dia te dei!

Ing


15 comentários:

AC disse...

Ingrid,
A partilha deixa sempre marcas que nunca nos abandonam e passam a fazer parte do nosso espólio de vida.
É bom navegar nas suas palavras.

beijo :)

Léo Santos disse...

Poema extraído da alma! Coisa linda! Coisa de poetisa! Cheia de poesia, pra dar e escrever! Vês através da lágrima é?... Lindo isso!

Guria, não te importas de eu te dizer uma coisa: - Esse belo texto que fala de amizade, colocado inteligentemente por ti no rodapé deste blog - pasme - não é do Vinícius de Morais. É do meu conterrâneo - melhor cronista do mundo - Paulo Sant'Ana. Já vi ele falar e escrever inúmeras vezes sobre a falsa autoria dada ao texto na internet. Porém, ele muito bem humorado diz: - Fico até feliz, pois, se não trocassem o autor o texto não teria ficado tão famoso! Eu, inclusive, tenho em casa um livro do Sant'Ana onde consta essa crônica.

Quem sabe um dia alguém não espalha por aí os teus poemas assinados por Clarisse Lispector ou os meus continhos por Machado de Assis! hehe

Um abraço!

Ricardo Miñana disse...

Muy bonita tu poesia Ingrid, un gusto leerte.
que tengas un feliz fin de semana.
un abrazo.

Shirley disse...

Sua poesia,Ingrid,é bisturi afiado a nos dissecar a alma...Beijos!

Assis Freitas disse...

na pele os indícios, os sinais


beijo

meus instantes e momentos disse...

as vezes a gente escreve com o que temos de mais profundo...
esse teu post foi assim.
Maurizio

Vieira Calado disse...

Que imagem tão adequada

ao seu sensível

esbelto poema!

Bom fim de semana.

Ingrid disse...

AC,
são marcas de viver!..
Beijo..

Ingrid disse...

Léo,
procuro ver sim.. as vezes ela pode limpar o que vemos.. ou não..
sabe que é interessante isso de autoria né..
vou dar uma pesquisada..
beijo e obrigada pel visita.

Ingrid disse...

Ricardo,
obrigada pela visita.E fico ffeliz que gostaste.
bom final de semana.

Ingrid disse...

Uau Shirley querida!!
Mas, se isso for bom.. pisc..
beijo no coração.

Ingrid disse...

Assis,
para além da pele querido poeta..
beijo.

Ingrid disse...

Maurizio,
bom te ver por aqui..
e voce não esta de todo errado..
beijo.

Ingrid disse...

Obrigada Calado.
Bom final de semana para ti também.

Walter disse...

Como é este mundo...
Até aqui onde o teu coração
Se derrama em emoções
Falando, gritando
A necessidade
De Sentir
Todo esse Amor que faz tanta falta...
Aparece alguém que nunca Amou
E não consegue se acalmar...
Que beleza Ingrid
É sentir esse sentimento
Que escangalha com nosso coração
Mas que não trocamos
Por nada deste mundo... Amamos...
E pronto... Beijos... Walter

Felicíssimo Natal e Ano Novo!!!
Walter