segunda-feira, 25 de outubro de 2010

degustar.



Gosto da vida assim!


No doce que não como


no amargo do café que bebo


na sedução do vinho que amo


na cidade onde vim morar


no deserto que não vejo


nos amigos que deixei


nos que conquistei


no torpor que senti


no gozo do sorrir


no andar que me guia


no calor que me preenche


na vida que escolhi


no futuro que nem sei!..


no que amo e degusto..


Ing

10 comentários:

Assis Freitas disse...

para todos os gostos, um gosto singular


beijo

Nilson Barcelli disse...

Gosto de quem gosta da vida.
Porque a vida tem que ser amada e degustada.
Com muito prazer...
Excelente poema, gostei. Tal como os anteriores, que ainda não tinha lido.
Querida amiga, boa semana.
Um beijo.

viverempalavras disse...

Concordo com você, Ingrid. O sabor da vida está nas pequenas coisas que insistimos em ignorar!

Beijão!

Ingrid disse...

Assis, teu gosto singular em palavras degustáveis..
beijo.

Ingrid disse...

Nilson, é isso o que mais me motiva a viver... a vida! ..
Grande beijo.

Ingrid disse...

Pablo, viver é muito bom! beijos.

mundo azul disse...

_________________________________________


...sim! Feliz é quem gosta da vida que tem, que valoriza os pequenos (grandes) momentos!

Gostei do seu poema, Ingrid!


Beijos de luz e o meu carinho...


______________________________________

LuCordeiro: disse...

Ah esses pequenos momentos,esses desgustares do que é tão simples e verdadeiro,esse café com gosto de quero mais...Isso é viver feliz.
Sua poesia é sempre um presente,querida.
Bjocasss

Ingrid disse...

Tuas palavras são bálsamos Zélia. Teu blog, suave.. beijos

Ingrid disse...

Mil beijos Lu!... num some hein!