quinta-feira, 21 de outubro de 2010

movimentos.


E são dias e noites
no rumor do mar


que me seduz..


São voos silentes
que me levam


sem dor ou cruz..


Vultos que calam
em sons que exalam


o tom que traduz..


Imagens de vida
quente e crua


em direção a luz..


Ing


ilustração:Rita Marques e Carlos Silva

7 comentários:

Pablo Rocha disse...

Caprichou, Ingrid. Uma poesia que versa incertezas do caminho sem deixar de demonstrar esperança. Gostei demais..

Beijos.

Ps. O casamento de poesia e música foi perfeito!

Ingrid disse...

que bom que voltou Pablo! .. um beijo.

LuCordeiro: disse...

Belo poema.Ir em direção à luz,sem dores,é o caminho da esperança e da felicidade. O mar nos diz tantas coisas! Felizes dos que sabem ouví-lo.
Bjssss,amiga!

Assis Freitas disse...

na cadencia das vagas, o balouco


beijo

Ingrid disse...

Lu, que bom que passou por aqui.
Um beijo.

Ingrid disse...

Assis, é isso mesmo.. me embalo..
beijo.

Maria Luisa Adães disse...

"Imagens da vida em direcção à Luz"...

Linda essa esperança!

Beijo,

Mª. Luísa