segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

balada ao teu perfume.


                                                                                       Internet

Calor de desejo
que remete ao futuro da alma..

Em boca que beija
que cala e lambe..

Guarda o verso que aprisiona
o cheiro que me toma..

Em novos e raros momentos
vejo céus e deleites..

Prisão que vibra em meu peito
em um grito infinito..

Sonho em braço estendido
que toca de leve e me deixa..

Ing

20 comentários:

Betha Mendes disse...

Muito bom pra começar o dia. Sensualidade à flor da pele!

bj

Betha

Léo Santos disse...

Guria!

Tua poesia acende a gente!
Por conta da balada até me pus a imaginar o perfume de alguém aqui. Alguém de que sinto saudades. Mas isso é cá comigo.

Um abraço!

El Brujo disse...

O calor do desejo inspirou o sabor do pecado!
Gosto quando passa lá e deixa suas pegadas!

Assis Freitas disse...

sigo embalado, embalando


beijo

Ingrid disse...

Betha,
acordar bem é isso né... ;-)
beijosss..

Ingrid disse...

Que bom Léo!
vida é tudo!
beijos

Ingrid disse...

É isso Brujo..
viver!

Ingrid disse...

Assis,
e assim vamos embalando nossos versos..
beijo querido poeta..

A.S. disse...

Senti o perfume... dos teus versos!...:))


Beijos!
AL

meus instantes e momentos disse...

e assim começa, e vai, e vai...
Maurizio

Ingrid disse...

AL,
me diga o que seria de nós ,ou pelo menoos de mim, sem meus sentidos...
beijos..

Insana disse...

Que venha 2011, pois
Será o ano do Sol a iluminar. Grandes e Pequenos Passos.
Será ano Impar unilateral
Será o ano do Coelho multiplicador

Plante a semente da vontade
Regue com o dose desejo
E terá bons frutos para colher..

Um feliz 2011 da Insana

OBS desculpe a ausência nas festas..

Ingrid disse...

Maurizio,
sempre voce..
beijos.

Ingrid disse...

Insana,
bom ter-te aqui..
também estive fora nas festas..
beijo.

Jorge Pimenta disse...

é estéril, a discussão, bem o sei, mas creio firmemente que o olfacto é dos sentidos aquele que quando toca mais arrebata...
nem de propósito, querida ingrid:

"I. olfacto
amanhã quando acordares, não
te esqueças de fechar os olhos
guarda o nosso cheiro no vidro da mesinha."
(laura alberto & jorge pimenta)

beijinho, querida amiga!

Ingrid disse...

perfeito Jorge!
de pleno acordo ...
beijos.

José Sousa disse...

Querida Ingrid! Mais um bélo poema que se sente na alma. Lindissomo! É muito bom quando se sente esse sentimento! Parabéns.

Um feliz ano 2011.

Beijinho em sua alma

Ingrid disse...

José,
que bom ter-te por aqui..
beijos.

El Brujo disse...

Só um carinho em forma de música (letra)
O ritmo não sei, pode ser blues, salsa, rock...
Mas não é pra zangar!

Ing, ela é assim
Uma mulher que vive pra amar
Com sede de aprender cada vez mais e viajar,
Pela estrada sem rumo e sem saber onde vai parar!
Não deixa rastros, só perfumes nas palavras
Que umedece os lábios ao sussurrar...
Fome, boca que beija e lambe...
Digna, Dirgni, Ing, Ingrid
Divina dama que badala na balada
Dança pés no salto alto, na pista molhada!
Some, deixa poeira pra trás...
Corre, invade, o meu pobre cais!
Dona duma extravagância
Conta nos dedos quem consome,
Linda tem um sorriso exuberante
Seus olhos brilham como diamantes!
Aprisiona os verbos, pra soltar os versos...
Olha Ing vem aí,desce do salto,
Louca pra explodir,
Dança na pista molhada
Se solta, cai na gargalhada!
Lança, o verbo e canta,
Brota, mexe os quadris e as suas ancas!
Esse calor que na pista derrete a alma,
Prende os versos agora e mais alto canta...
Ing vem assim, Ingrid dança pra mim!
Mostra esse teu poder,
Mostra que todos querem te ter!
Livre ela não tem dono,
Bela ela até parece um sonho...
De valsa, de soul, do rock ou de blues!

Ingrid disse...

Obrigada Brujo.. lindos versos..
beijos.