segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

letras que canto.

                                                                                        Internet
Ainda sinto algum receio
quando te leio..
tuas palavras há muito
voaram para outros ventos..

Inspiração vivida
letras queridas
que tanto amaram
e me deram vida..

Hoje exito e
ao querer mais
sinto meu grito
mudo e quieto..

Leio vontades
sinto saudades
arrepios só por saber
que lia e vivia!..

Ing

16 comentários:

Poeta del Cielo disse...

Saudade de ter conhecido nas letras o sentimiento ese que hoje nao acompanha... bellas letras amiga lindo poema

saludos
otima semana
abracos

Arnoldo Pimentel disse...

Lindo seu poema, com uma ponta de saudade.Beijos.

Juci Barros disse...

Li, vivi e, portanto, voltarei.
Beijos.

JB disse...

Ingrid,

São sentidas letras que cantam, em versos que dançam... O receio e a saudade deixam adivinhar novas palavras sopradas pelo vento...
Arrepios, sim quando a lemos e vivemos!

beijinho

meus instantes e momentos disse...

"um grito mudo e quieto"
bonito isso.Igual a voce.
Maurizio

Shirley disse...

Lindo poema, querida Ingrid. Lindo como todos os outros.Abraços!

Ingrid disse...

Poeta ,
a saudade é um bem.. nos enriquece também..
beijo

Ingrid disse...

Arnoldo,
tem sim uma ponta...
beijos.

Ingrid disse...

Juci,
obrigada pela visita e carinho..
beijo

Ingrid disse...

JB,
é isso... e são muitas sensações..
beijinhos.

Ingrid disse...

Maurizio,
bom ver-te por aqui..
obrigada querido..
beijo.

Ingrid disse...

Linda Shirley,
beijo no coração..

Jorge Pimenta disse...

a palavra é estável, fixa, em certo sentido perene. não será ela quem eterniza as relações?...
um beijo!

Sandra Botelho disse...

Alguns amores deixam saudades tão profundas que podemos mergulhar no seu perfume, no teu cheiro , no teu sorriso, simplesmente fechando os olhos.
Bjos querida, tenha dias lindos como teu sorriso e perfumados como tua alma.
Beijos achocolatados

Ingrid disse...

Jorge querido,
a palavra escrita sim.. lá voltamos e relembramos...
beijos.

Ingrid disse...

Sandra,
obrigada pelo carinho..
beijo.