sábado, 8 de janeiro de 2011

sorri e morri.

Por tempos pensei em mudar
pra que cantar
sorrir e amar

Por vezes podia mudar
meu jeito indomado de querer
intensidade no tudo e no nada

Por vida fiquei
resisti ao mundo e ao tempo
e intensamente sorri

Por amor amei
lutei até a última arma
e domada morri..

Ing

20 comentários:

El Brujo disse...

Inspirador, estou cada vez mais gostando daqui!

Sarita disse...

oi....muito lindo e profundo...
bjus.

JB disse...

Resistir na intensidade do tudo e do nada... nas voltas que a vida nos traz. Lutar e sorrir!

Beijinho

Shirley disse...

Não morra, não, Ingrid. Precisa viver para continuar nos brindando com tão lindos poemas. Beijão!

meus instantes e momentos disse...

morrer de amor...
Gosto de vir aqui.
Maurizio

Jorge Pimenta disse...

a morte apenas tem sentido quando por detrás esconde uma causa. será o amor uma delas?
beijinho, ingrid amiga!

Malu disse...

Que ternura de poema!
Parabéns!!!
Adorei as páginas...
Um abração

Assis Freitas disse...

nem toda morte é final,


beijo

Ingrid disse...

Querido Brujo,
que bom.. me faz feliz!
beijo.

Ingrid disse...

Sari,
saudades..
beijos amiga querida.

Ingrid disse...

JB,
resistir sempre.. amar sempre..
beijos no coração.

Ingrid disse...

Shirley,
a por morte é quando se morre na alma..
fico por aqui..
beijos..

Ingrid disse...

Maurizio,
esteja semmpre a vonttade..
beijo.

Ingrid disse...

Jorge querido,
o amor mata de várias maneiras ,mas nunca nos detém..
beijos...

Ingrid disse...

Malu,
obrigada pela visita e carinho.
beijos.

Ingrid disse...

Assis,
por vezes um início revelador..
beijo.

LuH disse...

Por vida ficaste, querida...
Por vida ficamos todos pq o que queremos é arder
Morrer também é preciso, morrer ás vezes tb é vida...
Morrer de amor, por exemplo.
Existe morte mais doce?

bjaummmm, lindas palavras

Ingrid disse...

LuH,
é isso.. simples assim..
beijo.

El Brujo disse...

Pro teu amanhecer!

Teu corpo me chama, me envolve, quer prazer!
Vivo, me arrebata os sentidos...
São vícios, desejos lúdicos...
Fantasias, momentos únicos!
Então... Vou dispor de você, vou me por em você!
Tuas mãos caminham em teu corpo... Desabotoam os botões.
Teus toques de fada tocam teu corpo, magia, perigo.
Quero te olhar... Sentir (ver) tua respiração... Teu gemido...
Tuas sobrancelhas grossas, teu olhar franzido.
Pouco pra se se desnudar... pra na cama me provocar!
O teu desejo me sucumbir pelo olhar... Se entregar, se mostrar.
Teus seios enrijecem, querendo o tecido rasgar!
Querendo levar pros mais loucos sonhos e nele morar!!
Deixe-me brincar em você... Por cima de você...
Dentro de você... Só com você!!!

Ingrid disse...

belíssimo Brujo..
beijos.