quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

inteira em ti.


                                                                                                   Internet

Um dia em teu corpo mergulhei
foi profundo e avassalador
sem ar quase sufoquei..

Senti tua mão que me firmava
na cintura me puxava
e para cima em teu corpo
me esfregava..

Foram eternos e ternos
minutos e perfumes
que me embriagaram..

De dentro de teu corpo saí
tua essencia levei
gravada na alma que vive
em risos e luzes por ti..

Ing.

22 comentários:

Káh Menezes. disse...

Oii, amiga!
Amei o texto! =)
Retribuindo o carinho,
Beijos, Káh.
www.universoblue.blogspot.com

Karlinha Ferreira disse...

Texto quente, sincero!
Nada nos emtorpece mais do que o cheiro que vem do corpo do ser amado, e nada gera tanta adrenalina quanto o contato dos corpos...

Beijos,
ótimo dia pra vc!

Ingrid disse...

beijinhos querida Kah!

Shirley disse...

Querida Ingrid...Ufa! Sem comentários e sem fôlego. Beijos, rs.

Sotnas disse...

Olá Ingrid, desejo que tudo esteja e continue sempre feliz contigo!
Como é deveras agradável estar aqui, ouvir tão bel música, ler doces palavras, escritas com sensibilidade suficiente que nos faz imaginar os cheiros e, as sensações que deseja expressar a poetisa em belas palavras escritas, com tal pureza e força da alma!
Parabéns minha cara Ingrid por tão belíssimo cantinho de perfumadas palavras! Desejo pra você e todos ao redor iluminada e feliz existência. Obrigado pelas sempre e carinhosas visitas e comentários, me perdoe a demore em aparecer, e saiba que não é por meu livre querer! Grande abraço e até mais!

Assis Freitas disse...

esses teus mergulhos são verticais,

beijo

Ingrid disse...

karlinha,
estás certa... muito bom!!
beijos.

Ingrid disse...

Shirley,
que bom não é mesmo?.... ;-)
beijo querida.

Ingrid disse...

Querido Sotnas,
feliz por te ter aqui..
obrigada pelo carinho.
beijos.

Ingrid disse...

E profundos Assis...
muito profundos..
beijo poeta!

Non je ne regrette rien: Ediney Santana disse...

dar-se, estar-se, ser completamente do outro, estar pronta para também sair do outro,se o poema é de entrega também é de despedida

LuH disse...

Ai que lindoooo, Ing

Uau...fiquei sem fôlego

Sei bem o que é levar dessa essência, e viver de risos por aí...

bjo gde!

Ingrid disse...

Ediney,
uma essencia infinita..
beijos.

Ingrid disse...

LuH amada,
e como é bom!.. ddelicioso..
beijos ..

Cadinho RoCo disse...

Delícia sentir o prazer de dentro pra fora.
Cadinho RoCo

El Brujo disse...

Restaurando o folego...bom vir aqui pra colher inspiração... teu blog tem teu cheiro!

Ingrid disse...

Cadinho,
obrigada pela visita e carinho..
abraço.

Ingrid disse...

Brujo qurido,
tu já és inspirado...
beijo.

Sandra Botelho disse...

Lindo demais...Com cheiro de flor e sabor de amor.
Passando pra te desejar um lindo final de semana.
Bjos achocolatados

Ingrid disse...

Sandra,
obrigada pela visita e carinho..
Lindo findi pra ti também..
beijos ...

Jorge Pimenta disse...

carrossel líquido onde as palavras giram até se restabelecerem poema... tatuado na pele.
beijinhos, poeta de verve viva!

Ingrid disse...

Jorge querido,
teu carinho me encanta..
beijo.