sexta-feira, 26 de novembro de 2010

cor[rendo].


do blog de Fábio Mestriner
Cruzando as linhas da mão
te vejo sempre alí
latejando no teu rio de sangrar
que vai e vem por caminhos paralelos
trocando o tempo por ardente recomeçar..

Pensamentos evanescentes ..
levando sangue e cores
sem indagar se opcional é a dor
e se a palma da tua mão
é insensível a cor ..

Ing

14 comentários:

Chica disse...

Profundo e muito lndo!beijos,tudo de bom nesse dia!chica

Mundo da Lili disse...

Nossa que lindo!!!
Bjaoooooo =)

Valter Montani disse...

Eu gosto de ler sobre quiromância, muito interessante saber o significado da linha das mãos, gostei do post,
Minha querida, passei para lhe desejar um bom fim de semana, bjs

"O amor é como o ar,
a gente não enxerga, porém sente.
Quanto mais puro,
mais bem estar nos proporciona.
A falta dele, nos sufoca a alma...
e leva à morte em vida”


©Valter Montani

Assis Freitas disse...

evanescente é inspirador,


beijo

Ivana disse...

Ingrid,
Infelizmente a dor não é opcional, às vezes foge do nosso controle, não é minha amiga? Muito lindo seu poema. Passa lá no FOTOS tem um desafio para você, fique a vontade para participar. Um abraço!

Cristiane disse...

Acho q as palmas das mãos são muito sensíveis...impossível não ter cor! Bjks

Ingrid disse...

Chica,
o que seria sem a sensibilidade..
beijos.

Ingrid disse...

Lili,
beijinho e bom findi.
te blog tá cheio de boas dicas..

Ingrid disse...

Valter,
feliz com tua visita.
Sem ar eu morro! ... pisc..
beijinho.

Ingrid disse...

Assis querido poeta,
por vezes imagino que todos os meus pensamentos são fugazes..
beijo.

Ingrid disse...

Linda Ivana,
infelizmentte sim,ms quando podemos evitá-la..
passo sim e já fiz a brincadera dos 7 no blog da Cris.
Vou ostar aqui!.
beijocas ..

Ingrid disse...

Cris amiga,
para algumas pessoas sentir a cor é impossível!..
beijocas no cuore.

carlos.i disse...

que lindo; amei!

bjos

Ingrid disse...

Carlos,
Bom te ver por aqui!.. volte sempre..
beijos.