sexta-feira, 5 de novembro de 2010

melodias.


Sons adentram e ecoam
como solfejos antigos
em dedos e cordas silenciadas..


São tenores infantis
que sacodem grades
e sopranos sutis a embalar..


Vida em melodias doces
em alentos diuturnos
sonhando em olhos distantes..


Ing

"Pour Elise" - ao piano.

17 comentários:

Assis Freitas disse...

balada em tom maior,

beijo

Ingrid disse...

Minha infancia Assis.. embalada por tenores e sopranos..
Acho que ando meio nostálgica.. ;-)
Beijos.

Pablo Rocha disse...

Música para meus sentidos essa poesia. Adorei!

beijos!

Ingrid disse...

Obrigada Pablo.. amo música!e hoje ela veio em palavras..
Beijos.

as essências disse...

Sonhando com olhos distantes, dia e noite nos acordes do pensar... não é temor de criança, mas sentimentos de mulher, mesmo que nos façam sentir-mos como criança.


bomfds, beijinhos.

Jorge Pimenta disse...

ingrid,
visito o teu blogue pela primeira vez. não sabia das melodias que vinha perdendo. a analogia entre os sons e a vida é feliz; afinal, não temos nós, fora dos instrumentos musicais, ritmos, sons e tons que nos apaziguam, sacodem, embalam, agitam, acudem, beijam, gritam...
um beijo!

Ingrid disse...

Obrigada pela gentil visita e palavras Jorge.
Visito sempre o teu e me embeveço em tuas etiquetas que dão vontade colar mesmo em paredes eternas.. para sempre as ler.
Beijo.

Ingrid disse...

Querida essencia ... lembranças nos remetem a tantos lugares e sensações não é?
beijinhos..

•!¦[•Mara Bombo•]¦!• disse...

querida Ingrid, obrigada por visitar o CLIP, Centro Literário de Piracicaba, e deixar seu carinho. Seu espaço é muito lindo e poemas sensíves e belos, parabéns, virei mais vezes.
Bjs
Mara Bombo

Ingrid disse...

Agradeço a delicada visita Mara.
Um beijo.

Dilberto L. Rosa disse...

Apreciei muito "finito.", especialmente a sonoridade do início! Já a leveza desta tua "melodia" é ainda é mais pungente! Parabéns! Abraço!

José Sousa disse...

Lindo poema... gostei mesmo!
Conheça os meus trabalhos em:
www.minhaalmaempoemas.blogspot.com
www.queriaserselvagem.blogspot.com
www.congulolundo.blogspot.com

Com um beijo

Betha Mendes disse...

Ingrid,

a música é poesia cantada,
liberta, tansporta,
salva! belo poema1

abç

Betha

Ingrid disse...

Dilberto,
grata pela visita e comentários.
Grande abraço.

Ingrid disse...

José,
vou lá te visitar sim.
Obrigada e um beijo.

Ingrid disse...

olá Betha.
Obrigada pela tua visita.
Música é vida!
beijos.

Jorge Pimenta disse...

ingrid,
se gosto de rammstein? na fase voraz, como resistir-lhes? (confesso que nas demais também, hehe).
beijos!