quarta-feira, 3 de novembro de 2010

felicidade.





Tocando a felicidade em pequenos cuidados

perfume de flor e amor

cheiro de café fresco e infancia

pés descalços e risos

olhar maroto e cabelos ao vento

correr sem maldade ou violencia

tocar para sentir a pele..

Lembranças de tempos idos

onde o hoje me toca

em perfume de madeira

no vinho rubro de extases

em altos saltos de sensualidade

no olhar por vezes perdido

sorrrisos abertos ainda

lágrimas por vezes contidas

momentos inesquecíveis!

E que venha essa felicidade

que me embriaga e me toma

na maturidade do sentimento

que ainda sente a pele

e deixa os cabelos ao vento...


Ing

10 comentários:

Cristiane disse...

Ing, que delícia de poesia. Me fez lembrar da infância. Mas tão bom continuar sendo assim, na maturidade....ahhhh Sonhos! Bjs, linda

Non je ne regrette rien: Ediney Santana disse...

poema para os dias em que tudo desejado é estar na natureza

Ingrid disse...

Querida Cris,
Bom te ver por aqui.. nos meus devaneios de felicidade!
beijos.

Ingrid disse...

Isso lá é verdade EDiney... ;-)
Beijos.

As essências das emoções disse...

Olá querida Ingrid, grande prazer te-la por perto, seja sempre bem vinda, beijinhos querida.

Ingrid disse...

Um beijo e passo por lá..

Assis Freitas disse...

quantas imagens bonitas pinçadas em doces lembranças,


beijo

Ingrid disse...

grande beijo Assis..

Zélia Guardiano disse...

Ingrid
Fiquei muito feliz ao encontrá-la entre os seguidores do meu modesto espaço!
Vim correndo agradecer e , aqui chegando, fiquei encantada!
Maravilhoso, o seu blog.
Lindos, os seus escritos!
Virei sempre, querida
Forte abraço

Ingrid disse...

Obrigada Zelia. Fico feliz de te-la aqui.
um beijo.